As praias do nordeste são realmente encantadoras. Mas quem viaja pela região através dos roteiros gastronômicos, sem dúvidas, também vai se surpreender. Afinal, a culinária nordestina é tão diversa quanto os seus cenários.

De berço indígena, português e africano, dessa mistura de origens nasceu uma das mais tradicionais e queridas cozinhas do Brasil.

E se tem algo que esse povo ama e leva a sério, é comer bem. Ir a casa de um nordestino e não “se fartar” é quase uma falta de educação. Por aqui, os cuidados com o preparo dos alimentos segue ainda a tradição dos tempos do Brasil-colonia. Dessa forma, é quase impossível não encontrar um prato que combine perfeitamente com a sua viagem.

Assim como os deslumbrantes cenários do litoral nordestino, a diversidade de temperos e sabores dessa região servem agora como inspiração para nosso segundo artigo da série Roteiros Gastronômicos pelo Brasil.

Roteiros gastronômicos – Os sabores da região Nordeste

Ceará

A gastronomia cearense sem dúvidas, é uma das mais tradicionais não só do Nordeste mas também de todo o país. Alguns de seus pratos fazem parte do cardápio de muitas famílias, entre eles o tradicional baião-de-dois e a deliciosa carne de sol.

Outro exemplo é a famosa tapioca, iguaria típica da culinária nordestina preparada desde quando os povos indígenas viviam por aqui. No Ceará, a maneira mais tradicional de consumi-lá é com leite de côco; mas depois que ficou “famosa” Brasil afora, diversas combinações foram criadas para agradar a todos os paladares.

O mesmo aconteceu com o já citado baião-de-dois; comida nordestina e acima de tudo cearense, apreciada desde os tempos das grandes secas no estado. Na realidade, o prato teria surgido como uma forma de aproveitar o caldo de feijão para cozinhar o arroz.

Carne de sol - Culinária do Nordeste
Carne de sol servida com feijão e queijo coalho – Foto: Ministério do Turismo

A carne de sol, que leva esse nome pelo processo de conservação – a carne é salgada e colocada ao sol para secar – pode ser encontrada em qualquer restaurante do Ceará. Alguns deles especialistas no preparo dessa carne.

Culinária que se confunde

Os principais pratos da culinária nordestina, assim como vimos na região norte, acabam por se confundir muito. Muitos dos estados na região compartilham variados pratos e culturas gastronômicas. 

Mas no caso do Ceará, alguns pratos do nordeste só podem ser encontrados por aqui mesmo. Ou pelo menos, com o jeito cearense de cozinhar. Sobremesa por aqui é doce de leite, de côco ou caju; que aliás, é base para muitas outras delicias do estado como a cajuína.

A cajuína, bebida feita a base do caju, é uma das bebidas mais apreciadas no Ceará.
A cajuína, bebida feita a base do caju, é uma das bebidas mais apreciadas no Ceará – Foto: Ministério do Turismo

No almoço tem sarapatel, paçoca (que no Ceará é feita com a carne de sol) panelada e certamente, um bom peixe frito; principalmente no litoral do estado.

Peixe-frito. Prato da culinária nordestina.
O peixe-frito é muito apreciado não só no Ceará, mas em muitas praias do Nordeste

O cuscuz é outro prato que o cearense tem como um dos favoritos; seja para hora do café da manhã ou como acompanhamento no almoço e jantar. As formas de se comer variam muito: pode ser com côco, leite, manteiga, queijo coalho e claro, com a carne de sol.

A tradicional quinta do caranguejo

A caranguejada é pedida certa na tradicional quinta-feira do caranguejo da capital cearense, Fortaleza. Os restaurantes e barracas de praia lotam nesse dia. E não pense que só de turistas; os fortalezenses também adoram essa deliciosa tradição.

Patinha de Caranguejo.
Patinha de Caranguejo. Foto: Ministério do Turismo

Confira um guia de lugares imperdíveis para se comer em Fortaleza e aprecie ao máximo essa deliciosa gastronomia.

Pernambuco

Assim como o Ceará, a gastronomia pernambucana sofreu as mesmas influencias dos povos indígenas, portugueses e africanos. Mas da mesma forma, há muito o que se conhecer e provar.

Pelas ruas da cidade há diversos restaurantes e até mesmo quiosques com diversos pratos do nordeste, como por exemplo, aqueles que servem uma boa tapioca com café.

Culinária nordestina - tapioca com manteiga
A tapioca é uma das iguarias mais apreciadas em Pernambuco e por todo o nordeste – Foto: iStock

Dentre os principais pratos de Pernambuco, destacam-se a famosa buchada de bode; o sarapatel; o chambaril (um tipo de cozido preparado com ossobuco) e a dobradinha; todos esses feitos a base de carne e indispensáveis para quem está fazendo um roteiro gastronômico pela cidade.

Já entre os doces, não pode-se deixar de apreciar o bolo de rolo; deliciosa sobremesa que para muitos pode lembrar o rocambole, mas o modo de preparo e até o que leva a receita é bem diferente. 

A famosa Cartola é provavelmente uma das sobremesas mais queridas dos pernambucanos. A receita consiste em uma banana frita coberta de queijo coalho assado e ainda polvilhada com açúcar e canela. Em alguns restaurantes há uma bola de sorvete de creme para acompanhar. Imperdível. 

Tradições juninas na comida nordestina

O Nordeste inegavelmente, é muito conhecido pela tradição das festas juninas. E sem dúvidas, esse é um dos melhores períodos para se deliciar com diversos pratos do nordeste.

A contribuição gastronômica de Pernambuco para esta festa é inigualável. O mugunzá, famosíssimo na culinária nordestina tem origem pernambucana, assim como a deliciosa canjica.

Essa aliás é com toda certeza uma das melhores – senão a melhor – época para visitar a região. Afinal, nada melhor que curtir as maravilhosas praias do nordeste e de cara, se deliciar com a diversidade de pratos tradicionais dessa festa.

Bahia

A Bahia sem dúvidas é um dos principais expoentes da culinária nordestina. E na verdade, a cozinha baiana é um dos seus principais elementos culturais.

De norte a sul do Brasil, todo mundo já desejou provar um bom acarajé baiano. E também pudera! Esse prato de origem africana – como boa parte da gastronomia e cultura baiana – pega pelo sabor.

Acarajé baiano, item essencial da comida nordestina
Acarajé – Foto: Ministério do Turismo

O melhor lugar para comer acarajé na Bahia, claro, é no Pelourinho. Mas em todas as praia locais, quiosques na rua e restaurantes é possível comer um.

Pratos do Nordeste – Pimenta e dendê como ingredientes principais

É sabido que o tempero nordestino no geral é forte, mas o baiano tem uma fama ainda maior neste quesito. 

Trazida pelos povos africanos, a pimenta malagueta e o dendê são dos principais ingredientes de muitos dos apimentados pratos baianos. Outros pratos importantes da culinária local incluem o delicioso vatapá, o bobó de camarão, a farofa de dendê, o caruru e o xinxin de galinha.

Vatapá baiano, prato tradicional da culinária do nordeste. roteiros gastronômicos
O Vatapá baiano tradicional tem muito camarão e pimenta – Foto: Ministério do Turismo

Entre os doces, destacam-se por aqui as cocadas de côco e o quindim. Excelentes pedidas depois de uma tradicional comida baiana apimentada.

Maranhão

Sob o mesmo ponto de vista dos demais estados da região nordeste, o Maranhão e sua culinária são resultado da interação do lugar com diversos povos. Nesse caso, com os holandeses, portugueses, indígenas, africanos e franceses.

Dessa interação, a culinária local ganha traços importantes, principalmente na mistura de ingredientes e temperos.

Os pescados que fazem sucesso aqui vem muito da influência indígena. Já o arroz, item essencial na cozinha local, foi trazido pelos portugueses.

E se tem uma coisa que o povo do Maranhão ama, sem dúvidas é mesmo o arroz. O mais apreciado é o arroz cuxá; preparado com a vinagreira, erva local que faz que pode ser encontrada em outras partes do país com outros nomes, como Azedinha ou Cururu da Guiné.

Existem várias formas de se comer o ítem na região. E quem está fazendo um roteiro gastronômico no Maranhão, não pode deixar de experimentar o arroz Maria-Isabel;conhecido nacionalmente como um dos melhores pratos do nordeste.

Arroz Maria Isabel é um dos melhores pratos da culinária cearense. Roteiros gastronômicos
O Arroz Maria Isabel é um dos pratos mais tradicionais do Maranhão

Temos ainda o arroz de jaçanã, arroz de camarão, dentre outros. A mandioca e a farinha também são fundamentais nesta cozinha. A farinha d’água por exemplo é utilizada na preparação de farofa, pirão, mingau, paçoca  e demais receitas.

O Maranhão também é dono de bebidas conhecidas a nível nacional como o Guaraná Jesus e a Catuaba. Ademais, outra bebida tradicional da região é a Tuquira, bebida de cor azulada e alto teor alcóolico.


Já conferiu os outros artigos da nossa série Roteiros Gastronômicos pelo Brasil?Embarque nessa viagem gastronômica pelas 5 regiões do país e descubra pratos deliciosos e que fazem parte do dia-a-dia da nossa gente. 

Gostou? Compartilhe nas suas Redes Sociais! :)