Assim como a natureza, os atrativos culturais, pontos turísticos e atividades de entretenimento, os roteiros gastronômicos são um excelente motivador para fazer as malas e embarcar na próxima aventura.

Quer saber o por quê? Então pense na infinidade de pratos e sabores, cores, técnicas de preparo, ingredientes especiais, receitas passadas de geração para geração… Todas essas descobertas e experiências fazem parte das possibilidades que poderá vivenciar em um desses roteiros.

Quem viaja pelo Brasil sempre encontrará uma boa comida para experimentar

De Norte a Sul do país, cada região tem sua própria culinária, seu modo de preparo e principalmente, lugares especiais para se deliciar com seus melhores pratos.

Para te ajudar nessa deliciosa tarefa, nas próximas semanas publicaremos uma série de artigos onde você vai descobrir os melhores pratos de cada região do país – estado por estado – e sua relação com a cultura de cada local.

Na primeira publicação do nosso cardápio, apresentamos para vocês os melhores pratos da região norte.

Peixe Tambaqui
Peixe Tambaqui. Foto: Ministério do Turismo

Roteiros gastronômicos – Os sabores da Região Norte

Antes de tudo tradicional, essa é a culinária nortista no Brasil. E não apenas a culinária, as raízes e manifestações culturais da região são carregadas de importantes traços ancestrais. 

Inegavelmente rica e peculiar, a cozinha do Norte do Brasil desenvolveu-se a partir da mistura de elementos de cozinhas também tradicionais como a Portuguesa e Africana, mas a maior influência vem mesmo de berço indígena. 

Tendo 80% do seu território cercado em meio à Amazônia, muitas das iguarias encontradas na cozinha do Norte só se vêem por aqui. Isso tudo somado às tradições de manejo e preparo dos alimentos passadas de geração para geração.

Com temperos, ervas, plantas, pescados e variados frutos, o Norte segue fazendo misturas arrojadas e peculiarmente saborosas que ganham status internacional.  Justamente por esse traço único que caracteriza essa audaz gastronomia. 

Separamos dicas de pratos e lugares imperdíveis para experienciar a culinária nortista da melhor forma.

Amazonas

A culinária amazonense é tão grande e diversa quanto o próprio estado do Amazonas.

Por aqui, os peixes de água doce sem dúvidas são o ponto alto da gastronomia. São mais de duas mil espécies encontradas ao longo de todo o Rio Amazonas. Entre elas estão o tucunaré, o pirarucu e o tambaqui, peixes essenciais em alguns dos principais pratos da região. 

Similarmente existem frutas também muito importantes na cozinha nortista, tais como o famosíssimo e hoje mania nacional açaí, o cupuaçu, o tucumã, dentre outros.

Entre os pratos mais conhecidos do Amazonas, o tacacá é sem dúvidas o número 1 na pedida de turistas e mesmo de moradores.

Roteiros gastronômicos
O Tacacá é um dos principais pratos da cozinha do Norte do Brasil – Foto: Ministério do Turismo

Esse caldo feito a partir do tucupi e goma, juntamente com as folhas de jambu, dão um equilíbrio ao prato e formam um sabor único.

Outra iguaria super tradicional na região é o Pato no Tucupi. Prato exótico onde se acrescenta a carne de pato ao caldo do tucupi, servido com arroz e farinha de mandioca.

batch 26185651117 4b4386f77b k - Roteiros gastronômicos pelo Brasil - Região Norte
Exótico, o Pato no Tucupi é um dos principais pratos da culinária amazonense – Foto: Ministério do Turismo

A iguaria é bem famosa também no Pará, mas certamente você encontrará no cardápio de muitos restaurantes no Amazonas.

Frutos como sobremesa

Mas nem só de peixe se vive na região. Similarmente, as sobremesas também fazem bastante sucesso. O mousse de cupuaçu é uma pedida frequente nos restaurantes da região, principalmente para ajudar a amenizar o típico calor da região.

O famoso açaí na tigela também é uma excelente opção de sobremesa; não a toa espalhou-se pelo Brasil inteiro e da mesma forma, pelo mundo. Outra opção é o bolo de macaxeira ou ainda o sorvete de cupuaçu. Todos perfeitos para você.

Amapá

Assim como o Amazonas, a culinária do Amapá usa e abusa principalmente dos pescados e frutos abundantes na região.

Certamente um dos expoentes da culinária amapaense é feito justamente a base de frutas: a gengibirra.

Esta bebida é fermentada e feita de frutas, açúcar, água com gás e gengibre, como o nome indica. A bebida se popularizou de tal forma que é possível encontrar refrigerante dela na região. 

Outro ingrediente encontrado em fartura na região é o Gurijuba. Um pescado que é base ou está presente em muitos pratos típicos da região. Este peixe é usado de várias formas, seja frito, defumado ou cozido.

A Pescada de Gurijuba é o carro-chefe para quem deseja experimentar o peixe, sendo assim, faz bastante sucesso entre turistas e moradores. Não deixe de experimentar.

Pará

O Pará é dos principais expoentes nacionais da gastronomia, ao menos para turistas estrangeiros. É o que diz pesquisa do Ministério do Turismo, divulgada em 2016. Neste período, Belém foi a cidade mais bem avaliada no quesito gastronomia, obtendo 99,2% de aprovação entre os estrangeiros. 

A culinária paraense destaca-se muito por pescados, uso de ervas e ingredientes que fazem toda diferença. Além ainda do famoso açaí, que expandiu-se nacional e internacionalmente, com diferentes adaptações.

Roteiros Gastronômicos pelo Brasil - Pará
Encontrado em abundância na região norte, o açaí é um dos principais ingredientes da cozinha nortista – Foto: Ministério do Turismo

Mas o açaí daqui eles garantem: é único e original. Há adaptações do fruto servido com peixes, tapioca, castanhas e outros frutos.

Pratos importantíssimos do Pará como o tacacá, o pato no tucupi, as moquecas de peixe, a maniçoba dentre outros, ajudam a contar a história da região e sua relação estreita com a culinária.

Considerada ainda a cozinha mais brasileira do Brasil, com elementos oriundos da própria Amazônia, um tour gastronômico por Belém ou mesmo pelo estado é uma excelente pedida.

Mercado Ver-o-Peso

O Mercado Ver-o-Peso faz parte dos roteiros gastronômicos do Pará
Além de fazer parte da história da cidade, o Ver-o-Peso é um dos principais locais para aproveitar a deliciosa culinária paraense – Foto: Ministério do Turismo

O Mercado Ver-o-Peso é o lugar ideal em Belém para experienciar essa rica culinária. Afinal, é um dos principais locais para quem viaja a procura de Roteiros Gastronômicos.

O Mercado foi construído com estrutura metálica vinda da Europa, contando com surpreendente variedade de produtos. Desde comidas tradicionais preparadas na hora, até os ingredientes e iguarias típicos da região.

batch 41056132751 0a3a21df0c k - Roteiros gastronômicos pelo Brasil - Região Norte
Mercado Ver-o-Peso, Belém do Pará. Foto: Ministério do Turismo

Um bom exemplo são os pescados, que começam a ser descarregados fresquinhos pelos pescadores a partir das 03:00.

Além disso tudo, no Ver-o-Peso você encontra ervas, aromáticos, óleos medicinais, temperos, artesanato e ainda outros elementos importantes da cultura paraense. Há ainda os refrigerantes e cervejas locais, vale a pena experimentar também. 

Mercado Ver-o-Peso
Vendedora no Mercado Ver-o-Peso – Foto: Ministério do Turismo

Na área externa do Ver-O-Peso, é possível ainda encontrar o Mercado da Pedra, que leva esse nome por todos os pescados serem comercializados nas calçadas. Na madrugada, a feira do açaí atrai centenas de pessoas, visto que o fruto é mais que apreciado por aqui.

Similarmente, outro passeio imperdível e também bem ao ladinho do Ver-O-Peso é a Estação das Docas, complexo artístico, cultural e gastronômico indispensável para visitantes do “complexo”.

Roteiros Gastronômicos na região norte do Brasil
Estação das docas em Belém, Pará – Foto: Ministério do Turismo

O espaço conta com palcos musicais, teatro e anfiteatro. A gastronomia não fica de fora e por aqui existem muitas opções deliciosas e agradáveis de bares, restaurantes, sorveterias e muito mais.

Acre

Por sua forte influência indígena, nordestina e boliviana, talvez a cozinha do Acre seja uma das mais diversas da região. O que na verdade é algo bem difícil de afirmar, já que nesta região do país a cozinha é baseada na riqueza de ingredientes naturais.

Por possuir muitos rios, o peixe é ainda o principal item da cozinha acreana. O tambaqui acreano por exemplo, é uma pedida irresistível, sobretudo se você é dos que adoram um bom peixe preparado na hora.

Há pratos aqui muito consumidos também em outros estados da região. A exemplo do Pirarucu à casaca, muito consumido também no Amazonas, principalmente na capital Manaus. 

Roteiros gastronômicos no Brasil
Pirarucu à casaca, prato famoso na região norte – Foto: Ministério do Turismo

Da relação estreita com o nordeste, surgiu por exemplo o beiju acreano. Um tipo diferente de tapioca mais dura e feita normalmente em folha de bananeira. A iguaria pode sobretudo, ser uma excelente opção para o café da manhã ou lanche da tarde. 

Rondônia

Rondônia é possivelmente um dos estados do norte do Brasil com maior diversidade gastronômica. E como você já viu anteriormente, diversidade é o que não falta na culinária nortista. 

A cozinha local tem como base uma verdadeira mistura de ingredientes e sabores. Herdados principalmente da região nordeste e com percentual de influência até do sul e sudeste do páis. 

Pratos conhecidos por toda a região norte também muito queridos por aqui são o Tacacá e a Caldeirada. Este segundo, feito a base do Tucunaré, peixe encontrado em abundância por aqui. 

Já a caldeirada é feita principalmente com o Tambaqui, também conhecido como Pacu Vermelho. 

comidas típicas da região Norte do Brasil
Tambaqui frito – Restaurante Recanto do Tambaqui, Porto Velho (RO) – Foto: Ministério do Turismo

Outros pratos importantes da culinária rondoniense incluem a damurida, mais um típico prato indígena de sucesso na região. À base de peixe e pimenta, o damurida é um tipo de caldo composto por variadas pimentas com o peixe, podendo ser feito também com carne de boi. 

41032860152 7fac132280 k - Roteiros gastronômicos pelo Brasil - Região Norte
A damurida é um prato típico indígena que faz sucesso em Rondônia – Foto: Ministério do Turismo

Outra deliciosa opção é a mojica de peixe. Feita em panela de barro esta maravilhosa iguaria é um ensopado de peixe acompanhada da protagonista de toda a cozinha nortista: a mandioca. A receita ainda leva tomate, pimentão, alho, pimenta, farinha branca, azeite e limão.

Roraima

Outro estado do norte com fortes influências de outras regiões do Brasil é Roraima. Quem viaja por aqui poderá deliciar-se com releituras de pratos tipicamente nordestinos como o Pé de moleque e até a paçoca, que por aqui tem um toque especial da banana. 

Comidas típicas do Norte do País
Paçoca com banana, comida típica em Roraima – Foto: Ministério do Turismo

Esse toque a mais acrescentado na culinária de Roraima está presente também em pratos tradicionais do norte, como a própria caldeirada e o guisado. Dessa forma, o mesmo prato ganha cores e sabores diferenciados, agradando a todos os paladares.  

Uma forma típica de preparar um dos peixes muitos presentes na região, o Pirarucu, vem da cozinha roraimense. O Pirarucu de casaca é uma delícia regada a temperos simples com o toque especial do leite de coco ou da castanha do Pará. 

Roteiros gastronômicos do Brasil
Caldeirada de Pirarucu – Foto: Ministério do Turismo

Buscando refrescar-se? Os sucos das frutas tipicamente amazônicas também são um item primordial da cozinha roraimense. Os mais consumidos das redondezas são o buriti, o caçari, a graviola, o guaraná e o cupuaçu.

Tocantins

Nosso último destino de Roteiros Gastronômicos na Região Norte é Tocantins, o estado mais novo do Brasil, tendo sido originado a partir da Constituição de 1988.

Sua culinária recebeu fortes influências da cozinha mineira e paulista, mas alguns ingredientes da gastronomia nortista ainda estão bem presentes nos cardápios de restaurantes em todo o estado. Um deles, claro, são os peixes.

O peixe no leite de coco babaçu é uma delícia imprescindível para sua experiência por aqui. Esse pescado é preparado com temperos tradicionais como o cheiro verde, tomate, cebola, caris, pimenta-de-cheiro e por fim o leite de coco.

O peixe na folha de bananeira é outra iguaria nortista muito bem apreciada em solo tocantinense. Feito principalmente com o tucunaré, esse prato é um dos favoritos de quem mora na região e muito provavelmente será um dos seus quando estiver em viagem por aqui.

O tempero é bem simples: pimenta-de-cheiro, alho, cebola, limão e sal. O peixe então é enrolado na folha de bananeira e assado. Receita simples e fácil de agradar os mais diversos paladares possíveis. 

40163458895 05e6997911 k - Roteiros gastronômicos pelo Brasil - Região Norte
Peixe enrolado na folha de bananeira – Foto: Ministério do Turismo

Por ser um estado novo, o Tocantins é fruto de uma mistura de culturas e temperos variados. Um dos principais pratos do estado, o Chambari do Tocantins é uma releitura do “ossobuco” italiano, por exemplo.



Já conferiu os outros artigos da nossa série Roteiros Gastronômicos pelo Brasil?Embarque nessa viagem gastronômica pelas 5 regiões do país e descubra pratos deliciosos e que fazem parte do dia-a-dia da nossa gente.



Gostou? Compartilhe nas suas Redes Sociais! :)