Donos de bichos de estimação sabem: na hora de embarcar para a próxima viagem, nem sempre é fácil encontrar alguém para cuidar do nosso pet.

Apesar de 44,3% dos lares brasileiros possuírem animais domésticos, segundo pesquisa da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de São Paulo (USP), o número de viajantes brasileiros que leva seus pets em viagens é só de 17%.

Certamente existem muitos mitos e informações desencontradas – ou mesmo desinformações – sobre o assunto. O que ajuda a criar certa desconfiança e receio na hora de embarcar rumo a uma viagem com o pet.

Afinal, ninguém quer por seu bichinho em risco ou mesmo passar por situações desagradáveis durante a viagem.

Sendo assim, preparamos um guia sobre o assunto. Com dicas importantes para quem pretende viajar pela estrada, pelos ares e até mesmo pelo mar.

Além disso, apresentamos também uma lista de sites e serviços especializados que certamente são uma mão na roda para quem precisa viajar e não pode levar seu bichinho.

Como levar o pet para a estrada ?

Quem viaja em carro privado com o bichinho precisa assegurar antes de tudo, que eles estejam bem presos. Assim, em casos de colisões e paradas bruscas, os bichinhos estarão protegidos.

Para cachorros de até 10 kg o ideal é mesmo a cadeirinha. “Eles ficam presos pelo cinto de segurança do carro e o animal fica preso ao assento pela coleira”, como mostra esse guia todo cuidadoso do petlove.

Ainda segundo esse guia, recomenda-se para animais acima dos 10kgs o cinto de segurança para cães.

Já para os gatos, a opção ideal são as caixas de transporte. Elas garatem que seu felino ficará seguro e quietinho durante o percurso.

Viagem de ônibus

Ademais, se sua viagem via estrada for de ônibus, existem outras coisas as quais você deve dar atenção.

Uma delas é certificar-se de que o seu animalzinho está bem de saúde através de um atestado veterinário.A apresentação desse atesto é obrigatória, e dependendo da empresa em que você estará viajando, outras regras precisam ser seguidas.

Além da exigência de viajarem dentro de uma caixa de transporte, é possível que você tenha de pagar por um assento para levá-lo ao seu lado.

Outras documentações importantes para viajar com seu pet incluem a caderneta comprovando que vacinas estão em dia e a guia de transporte animal (GTA), obtida através do Ministério da Agricultura.

É importante entrar em contato com a empresa antes mesmo até de reservar sua passagem, pois as regras variam de uma transportadora para outra.

Lembre-se de informar desde o primeiro momento que viajará com um bichinho,pois cada veículo tem uma capacidade específica para receber animais. Se todas estas vagas estiverem preenchidas você não poderá viajar com seu pet neste veículo.

Animais em aeronaves – Regras para viajar com animais

regras para viajar com animais - caixa de transporte - viagem com animais
Foto de Shamia Casiano no Pexels

Parece complicado, contudo não é um bicho de 7 cabeças embarcar com seu animal doméstico nas aeronaves, tanto no Brasil como fora. O que é importante mesmo é checar como está seu bichinho e ficar atento no cumprimento das normas e exigências para este serviço.

As políticas e regras variam de companhia para companhia, mas ao menos em território nacional não há variações tão significativas. Por exemplo: a documentação do animal.

É de suma importância ter em mãos o Certificado de Vacinação Antirábica, aplicada entre 30 dias ou até 1 ano da data de embarque.

Busque também um veterinário cadastrado no Conselho Regional de Medicina Veterinária com uma antecedência aproximada de uma semana do voo. Este documento é aceito por todas as companhias aéreas nacionais. 

Com algumas poucas alterações, as principais políticas das companhias em relação ao transporte de animais domésticos são: 

Gol Linhas Aéreas

  •  exige que os animais (cão ou gato) tenham no mínimo 4 meses;
  •  são permitidos até 04 animais na aeronave, sendo 1 por passageiro;
  • O peso total do transporte do animal (incluindo a caixa de transporte) deve ser de até 10 kg. Passado este peso o animal embarcará no bagageiro do avião;
  •  A  solicitação desse transporte deve ser feita até 03 horas antes para voo doméstico e 24 horas antes para voo internacional;
  •  O chek-in deve ser realizado duas horas antes do voo; 
  •  O serviço custa R$ 200,00.

Latam Airlines

  • o peso total do transporte (animal + caixa) deve ser de até 7kg; 
  •  você poderá requisitar o serviço no momento do embarque ou até mesmo 24 horas antes; 
  • o serviço custa R$ 200,00.

Azul Linhas Aéreas

  • o peso total (animal + embalagem) deve ser de até 5kg; 
  • para o transporte do animal são permitidos dois tipos de embalagem: o container e a mala flexível e as medidas devem ser de 43 cm de comprimento X 31,5 cm de largura X 20 cm de altura;
  • o serviço custa R$ 250,00. 

Consulte os sites de cada companhia linkados para verificar todos os detalhes. É importantíssimo se certificar de tudo para que seu amiguinho viaje com segurança e conforto e você, despreocupado.

É possível levar os pets para cruzeiros e outros transportes marítimos? 

Este sem dúvida é o meio mais difícil de levar seu bichinho com você a uma viagem. Não é comum cruzeiros que aceitam animais a bordo. No caso dos cães, por exemplo, os cruzeiros que permitem a presença dos bichinhos geralmente destinam áreas separadas à eles. Além disso, os responsáveis pelos pets não podem circular com eles pelo navio. 

A única companhia marítima que aceita animais a bordo é a britânica Cunard, que inclusive oferece tratamento especial aos bichinhos.

Nenhuma das companhias que sai do Brasil são pet friendly. Os cães guias são sempre aceitos. Desde que estejam com as documentações em dia e dentre eles estão inclusos o certificado de vacinação e de treinamento.

Passeios e aventuras para curtir com seu bichinho 

regras para viajar com animais - caixa de transporte - viagem com animais - pet friendly

Uma iniciativa bem bacana para os amantes de animais e que gostam de viajar com seus amiguinhos é o Turismo 4 patas.

O projeto surgiu a partir do amor de uma turismóloga por seus animais de estimação. E claro, não poderíamos deixar de contar essa história aqui e apresentar esse incrível projeto.

O site reune diversos meios de hospedagem pet friendly além de estabelecimentos que recebem os bichinhos para serem cuidados e tratados enquanto você viaja.

Eles possuem ainda uma iniciativa que inclui roteiros e passeios pensados para você curtir com seu cão. Por exemplo: trilhas, passeios de fim de semana e até mesmo um divertido passeio de bóia com o seu amiguinho!

Hospedagem pet friendly 

Se você está realmente decidido a viajar com o seu cão ou gato, não desista! É uma experiência que exige maiores cuidados mas que pode ser inesquecível.

No meio de todo esse planejamento e organização, encontrar hotéis e meios de hospedagem que aceitem nossos animais de estimação nem sempre é uma tarefa fácil.

Pensando nisso, separamos algumas dicas importantes para te ajudar a encontrar o melhor lugar para o animalzinho.

Onde conseguir hospedagem para animais

Uma dica e tanto e possivelmente a mais flexível é o AirBnB. O serviço de hospedagem oferece diversas acomodações que aceitam receber animais no mundo todo.

No Blog Viajar com Animais, Debbie Corrano traz algumas dicas importantes para você explorar mais a plataforma. Confira algumas abaixo:

  • Após a busca por acomodação vá em “mais filtros”.
  • Logo após, na opção “regras da casa” ative a opção “Permitido Animais”, e aparecerão opções de hospedagem no seu destino que permitem a entrada do seu amiguinho.

Contudo, Debbie alerta: sempre converse com o anfitrião antes. Pois muitos deles não ativam a opção “Permitido animais” mas permitem sim hóspedes com pets.

Essa conversa é importante também para saber sobre a dinâmica da casa ou apartamento e onde está inserida a acomodação.

Se não houver um jardim, por exemplo, pode ser importante que você fique numa região onde existam áreas verdes e parques. Assim você poderá passear e brincar com o animal mais livremente.

Hotéis

Hotéis para pets são uma excelente opção tanto para quem vai viajar e não tem onde deixar o seu animal quanto para quem quer encontrar um meio de hospedagem que ofereça também espaços e áreas de lazer para seus bichinhos aproveitarem.

Uma boa ferramenta para encontrar locais como esse é o Hostelworld. O processo é similarmente simples quanto do Airbnb.

  • Busque por acomodação na cidade desejada, vá na opção de filtros e clique em “instalações”, lá escolha a opção “Mostrar mais” e selecione, por fim, a opção “Aceitam-se animais de estimação”.

Quem busca por um tipo de hospedagem mais tradicional, a hotelaria oferece também opções para hospedar o seu bichinho junto com você. Iremos indicar o Booking por ter um uso muito fácil também da ferramente para este serviço. 

Escolha o destino e a acomodação de sua preferência, seja hotel ou não. Observe no canto esquerdo da tela os filtros de busca. Então, dirija-se à categoria “Comodidades” e escolha finalmente a opção “Aceita pets”. Lembre-se sempre de conversar antecipadamente com o hotel, hostel ou anfitrião do AirBnb sobre a acomodação escolhida. Certifique-se de que o local é adequado para o seu pet e as necessidades dele bem como as suas.

Aplicativos e sites especiais para os Pets

Os apps já fazem parte do nosso dia a dia. Com eles nós pedimos comida, vemos tv, pagamos conta, montamos nossos roteiros de viagens e muitas outras coisas.

Confira uma lista de apps indispensáveis para sua viagem

E como não poderia deixar de ser, no mundo pet alguns desses apps e plataformas digitais são ferramentas indispensáveis para quem pensa em viajar e não tem com quem deixar seu animalzinho.

Conheça alguns desses apps:

DogHero

E O DogHero é uma plataforma que busca de acordo com suas necessidades expostas através dos filtros do app ou site, um anfitrião ideal para cuidar do seu bichinho. 

Seguro e simples de usar, Basta se cadastrar no site, definir a data em que precisará de hospedagem para seu pet e por último, escolher quem cuidará dele.

O site utiliza alguns filtros para que você defina se o seu cão prefere casa que tenha outros dogs ou não, se precisa de cuidados especiais e coisas do tipo.

A plataforma conta ainda com uma garantia veterinária, que tem como recurso um reembolso de até 5 mil reais caso o seu cãozinho adoeça durante a hospedagem.

Você poderá ainda ter um pré-encontro com o anfitrião do seu doguinho para apresentá-lo ao seu dog hero e falar mais sobre a dinâmica e rotina do seu animal. 

Pet Anjo

Outra excelente opção é a Pet Anjo. A plataforma possui estrutura parecida com a DogHero, com a diferença que atende mais bichinhos e oferta mais serviços. 

Além da hospedagem, a Pet Anjo oferece serviços de pet sitter (babá), banho, passeio (também disponível na DogHero) e o day care, serviço onde um dos cadastrados no site poderá visitar, alimentar ou mesmo brincar com seu bichinho. 

Todos os Anjos, como são chamados os prestadores de serviço do site passam por um treinamento de 30 horas. A plataforma ainda garante atenção a cuidados especiais, como animais idosos e com problemas comportamentais.

Duas incríveis opções se você ainda estiver inseguro para levar o seu bichinho para te acompanhar nas aventuras pelo mundo.


Gostou? Compartilhe nas suas Redes Sociais! :)